Corretor de imóveis na era digital, como surfar nessa onda? Parte II Redes Sociais – Facebook, Twitter, Linkedin e Youtube

Por Gabriela Mizarela – Coordenadora de Projetos na Base Software

Dando continuidade ao primeiro artigo sobre como o corretor pode explorar as novas tecnologias e melhorar sua presença na Internet, nesse post falaremos das principais redes sociais do momento e como marcar presença nelas.

  • Crie e personalize sua página no Facebook, inclua seu logotipo, uma imagem de capa e informações da empresa tais como: área de atuação, tempo no mercado, telefones, site. Caso você tenha criado um perfil para sua empresa, não se desespere, é possível fazer a migração clicando no link. https://www.facebook.com/pages/create.php?migrate. Lembre-se: pessoa tem perfil, empresa/negócio tem página.
  • Crie uma conta no Twitter, inclua uma imagem de perfil e não esqueça de trocar a imagem de fundo (background).
  • No Linkedin se conecte a pessoas com o mesmo interesse profissional, participe de grupos, leia artigos, troque informações e experiências, mostre que você está envolvido na sua área de atuação. O Linkedin foi feito para você colocar informações profissionais portanto tome cuidado com o que compartilha nele.
  • Publique vídeos dos seus melhores imóveis disponíveis na carteira no Youtube e compatilhe em seu site. Capriche na apresentação e se destaque dos concorrentes.

    Dicas gerais:

  • Não basta estar presente, tente interagir com seus fãs/seguidores.
  • Publique conteúdos relevantes que tem a ver com a sua área de atuação.
  • Não publique a mesma informação no mesmo formato que publicou no Twitter, explore as possibilidades.
  • Utilize o recurso “Facebook Questions” e promova enquetes relevantes para seus fãs.
  • Desenvolva uma campanha, anuncie, faça promoções, etc.
  • Divulgue suas ofertas de imóveis que são interessantes.
  • Mas lembre-se, não exagere! Muitas postagens acabam resultando na redução no número de fãs / seguidores.

Leia Mais

fantasma-dos-desenhos-animados_17-716103943

A venda de fãs fantasmas nas redes sociais

Com o crescimento das redes sociais, já existem atualmente no mercado empresas que comercializam a venda de seguidores online. Para se ter uma ideia hoje é possível comprar um pacote de 5000 seguidores falsos por R$ 500 no Brasil, R$ 135 nos EUA e R$ 6 na China!

Esse tipo de iniciativa deve ser vista com cuidado pois muitas das vezes para aumentar o número de fãs rapidamente, é necessário a criação de perfis falsos, ou seja você terá uma legião de fãs fantasmas. Os seguidores vendidos na Internet são quase todos “zumbis”, criados por programas de computador, eles não interagem com a sua empresa / marca e só servem para fazer números.

Para evitar fraudes, o Twitter limitou o número de perfis que podem ser criados de um mesmo computador, além disso também incluíram o captcha, que são aquelas imagens com combinações de letras e números distorcidos que só podem ser preenchidos por pessoas e não robôs.

Para aumentar o número de seguidores online você deve promover a sua empresa. Faça uma campanha online, realize uma promoção, ou anuncie nessas redes sociais. Na dúvida contrate uma empresa ou profissional especializado em marketing digital que possa realizar esse trabalho qualificado.

O importante é lembrar que nessas redes o importante é ter seguidores que realmente tem a ver com o seu público-alvo, e nesse ponto o importante não é quantidade e sim qualidade. Fique atento 😉

Números retirados da revista VEJA

Leia Mais