Skip to main content

Corretor de imóveis na era digital, como surfar nessa onda? Parte II Redes Sociais – Facebook, Twitter, Linkedin e Youtube

Por Gabriela Mizarela – Coordenadora de Projetos na Base Software

Dando continuidade ao primeiro artigo sobre como o corretor pode explorar as novas tecnologias e melhorar sua presença na Internet, nesse post falaremos das principais redes sociais do momento e como marcar presença nelas.

  • Crie e personalize sua página no Facebook, inclua seu logotipo, uma imagem de capa e informações da empresa tais como: área de atuação, tempo no mercado, telefones, site. Caso você tenha criado um perfil para sua empresa, não se desespere, é possível fazer a migração clicando no link. https://www.facebook.com/pages/create.php?migrate. Lembre-se: pessoa tem perfil, empresa/negócio tem página.
  • Crie uma conta no Twitter, inclua uma imagem de perfil e não esqueça de trocar a imagem de fundo (background).
  • No Linkedin se conecte a pessoas com o mesmo interesse profissional, participe de grupos, leia artigos, troque informações e experiências, mostre que você está envolvido na sua área de atuação. O Linkedin foi feito para você colocar informações profissionais portanto tome cuidado com o que compartilha nele.
  • Publique vídeos dos seus melhores imóveis disponíveis na carteira no Youtube e compatilhe em seu site. Capriche na apresentação e se destaque dos concorrentes.

    Dicas gerais:

  • Não basta estar presente, tente interagir com seus fãs/seguidores.
  • Publique conteúdos relevantes que tem a ver com a sua área de atuação.
  • Não publique a mesma informação no mesmo formato que publicou no Twitter, explore as possibilidades.
  • Utilize o recurso “Facebook Questions” e promova enquetes relevantes para seus fãs.
  • Desenvolva uma campanha, anuncie, faça promoções, etc.
  • Divulgue suas ofertas de imóveis que são interessantes.
  • Mas lembre-se, não exagere! Muitas postagens acabam resultando na redução no número de fãs / seguidores.

A venda de fãs fantasmas nas redes sociais

Com o crescimento das redes sociais, já existem atualmente no mercado empresas que comercializam a venda de seguidores online. Para se ter uma ideia hoje é possível comprar um pacote de 5000 seguidores falsos por R$ 500 no Brasil, R$ 135 nos EUA e R$ 6 na China!

Esse tipo de iniciativa deve ser vista com cuidado pois muitas das vezes para aumentar o número de fãs rapidamente, é necessário a criação de perfis falsos, ou seja você terá uma legião de fãs fantasmas. Os seguidores vendidos na Internet são quase todos “zumbis”, criados por programas de computador, eles não interagem com a sua empresa / marca e só servem para fazer números.

Para evitar fraudes, o Twitter limitou o número de perfis que podem ser criados de um mesmo computador, além disso também incluíram o captcha, que são aquelas imagens com combinações de letras e números distorcidos que só podem ser preenchidos por pessoas e não robôs.

Para aumentar o número de seguidores online você deve promover a sua empresa. Faça uma campanha online, realize uma promoção, ou anuncie nessas redes sociais. Na dúvida contrate uma empresa ou profissional especializado em marketing digital que possa realizar esse trabalho qualificado.

O importante é lembrar que nessas redes o importante é ter seguidores que realmente tem a ver com o seu público-alvo, e nesse ponto o importante não é quantidade e sim qualidade. Fique atento 😉

Números retirados da revista VEJA

Conhecendo um pouco mais sobre Kanban

Kanban é uma palavra de origem japonesa, cujo significado é “cartão visual”. Sua popularidade vem do Sistema Toyota de Produção, cujo mecanismo básico de operação consiste justamente nos cartões visuais. O principal objetivo é minimizar o tempo necessário para uma idéia se transformar em um ativo de software em produção (Fonte: Adaptworks).

Antes de montar meu primeiro quadro Kanban, pesquisei na Internet imagens de quadros para que eu encontrasse algum que fosse o mais adequado para a empresa. Encontrei vários e salvei todos no meu computador.

Após as primeiras sprints a própria equipe percebeu que seria interessante modificar o quadro, além disso, cada equipe tem uma dinâmica e uma necessidade diferente, com isso, temos quadros adaptados para cada necessidade.

Acho extremamente importante as reuniões de planejamento das sprints (onde a equipe “monta” o kanban), e elas são muito mais produtivas pois a equipe se “obriga” a conversar e detalhar um item e muitas vezes esse compartilhamento permite que um mostre para o outro algo que não tinha sido visto. Outro item importante é o planning poker que ajuda muito nesse planejamento. Abaixo separei algumas imagens de quadros que encontrei na Internet e que acho interessantes.

Plugins interessantes para usar no WordPress

Dependendo do tipo de site é necessário instalar um plugin diferente mais focado para a finalidade do negócio ou desejo do cliente. Mas, separei abaixo alguns dos plugins que acho interessantes.

Akismet – Indispensável, com ele filtramos os spams nos comentários.
All in One SEO – Excelente para configurar o SEO do site, páginas e posts. Também tem o Platinum SEO que é muito bom.
Google Sitemap Generator – Gera um xml com o sitemap do site ou blog.
Contact Form – Melhor plugin na minha opinião para formulários.
Nextgen Gallery – Plugin que cria uma galeria de imagens, com diversas possibilidades.
Google Analyticator – Inclui o script do Google Analytics no site ou blog.
Tweet Meme – Inclui um ícone para retweet com um contador.
Wp db Backup – Permite a criação de uma rotina de backup dos dados do blog ou site.
Wp pagenavi – Cria a numeração para naveção das páginas.
Events calendar – Permite a criação de uma agenda de eventos.

Planning Poker

Confesso que uma das partes mais interessantes do gerenciamento de projetos com métodos ágeis é quando o time tem que estimar as tarefas. Acho que o planning poker “obriga” o time a discutir mais e a obter um entendimento maior acerca do que deve ser feito.

Resolvi pesquisar na Internet como funcionava o planning poker pois ainda tinha algumas dúvidas quando via o time “jogando”. Achei o artigo abaixo e resolvi traduzir. Para mim foi o melhor texto que encontrei e explica passo a passo com deve ser feito.

A estimativa é uma das atividades principais no Scrum e outros processos ágeis. Isso significa que o processo de associar um tamanho a uma história ex: quanto tempo isso irá levar, ou quanto de trabalho existe para implementar, ou quanto isso é caro ou se você pretende colocar isso.

No scrum a estimativa é uma atividade da equipe. Todo o time participa do processo de estimativa para cada história (ou tarefa).

Planning Poker® (as vezes chamado Scrum poker) é uma simples porém poderosa ferramenta que faz o time estimar rapidamente, com mais probabilidade de acerto e além disso é uma forma mais divertida para se estimar.

Estimando sem o planning poker

Temos a seguir um problema com estimativas feitas pelo time. Vamos dizer que nós estamos realizando a reunião de planejamento de uma sprrint (sprint planning meeting) e o product owner (o “dono do projeto”) diz: Ok, pessoal quanto tempo isso vai levar?

Então, o time começa a pensar quanto tempo esse item vai levar para ser feito (nesse caso em homem/dias)….

O SR. A acredita que sabe exatamente o que precisa ser feito, então ele acha que vai levar 3 dias. Sr. B e C são mais pessimistas. Sr. D e E estão mais distraídos, Então Sr. A diz: “3 dias”.

Isso deixa B e C confusos. Eles começam a ficar na dúvida com relação as próprias estimativas. Sr. E acorda e não sabe realmente o que está sendo estimado. Sr. D continua cochilando.

O product owner pergunta para o resto do time suas estimativas.


Como você pode ver, o resto do time for muito influenciado por A, apenas por que A falou antes. Isso é muito arriscado! B e C pensam que isso levará mais do que 3 dias, suas dúvidas deveriam estar sanadas.

Estimando com o Planning Poker

Agora imagine que cada membro do time está segurando um bolo de cartas, contendo as seguintes cartas:


Vamos voltar a estimativa. O Product Owner diz:


 

 

 

Mais uma vez, o time começa a pensar sobre quanto tempo a tarefa irá levar para ficar pronta.


Nesse time ninguém diz nada. Ao invés disso, todos tem que apresentar a carta com a face para baixo, contendo sua estimativa. Todo mundo tem que apresentar uma carta, então Sr. D e E acordam. Sr. D admite que estava dormindo e pergunta do que se trata a tarefa. É difícil de ser distrair quando a estimativa é feita dessa forma.

Quando todos já tiverem feito suas estimativas, então as cartão serão viradas ao mesmo tempo revelando o que cada um estimou.


Opa! Grande divergência aqui. O time em particular o Sr. A e o Sr. C, precisam conversar sobre a tarefa e o por que de suas estimativas serão tão diferentes. Depois de alguma conversa, Sr. A percebe que tinha esquecido algum item importante que deveria ser incluído nessa tarefa. Sr. C percebe que com o design que o Sr. A apresentou, a tarefa deveria ser menor que 20.

Depois da conversa (3 minutos no total) eles fazem outro round de estimativa para a mesma tarefa.


Convergência! Ok, não é uma total convergência. Mas eles concordam que uma estimativa de 5 deveria estar próximo do suficiente. E aí vem a próxima tarefa.

Por que essa séria estranha de números?
Os números mais altos tem menor granularidade. Por quê? Por que não tem 21 por exemplo?


Por diversos motivos:

  • Para aumentar a velocidade do processo de estimativa limitando o número de escolhas (número de cartões).
  • Para evitar uma falsa sensação de exatidão para estimativas altas.
  • Para encorajar o time a dividir histórias grandes em menores.

Uma estimativa alta (> 20 por exemplo) normalmente significa que a história não está entendida em detalhes. Será perda de tempo para o time discutir se a a história é 19, 20, 22.5. É simplesmente uma grande história e o 20 refletirá isso. Se você precisa entrar em detalhes, quebre a história em menores. Histórias menores podem ser estimadas em maiores detalhes.

Cartas especiais

O zero significa “a história está pronta” ou “esta história é quase nada leva apenas minutos de trabalho”.
O cartão de dúvida significa “Eu não tenho absolutamente ideia de nada” Deve ser raro. Mas esse cartão é usado frequentemente, o time precisa discutir mais as histórias e tentar alcançar um melhor entendimento para passar para todos do time.
O cartão do café significa “Estou tão cansado para pensar. Vamos dar um pequeno intervalo”

 

Traduzido de: http://www.crisp.se/planningpoker/